Governo do Rio de Janeiro
 

Detran-RJ

Secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico

 
 
 
 

Notícias

18/05/2018 16:03:00

NOVA FRIBURGO RECEBE ETAPA DA OPERAÇÃO MAIO AMARELO

Na segunda-feira, Detran e Operação Lei Seca levarão ação de conscientização
para motoristas e pedestres de Duque de Caxias
 
Equipes do Detran-RJ e da Operação Lei Seca subiram a serra nesta sexta-feira (18.05) para levar conscientização aos motoristas e pedestres de Nova Friburgo. Foi mais uma ação da Operação Maio Amarelo, que faz parte das ações do Detran durante o Maio Amarelo, mês destinado à conscientização sobre as mortes no trânsito.
 
Durante a ação, 200 motoristas foram abordados e receberam informações sobre o alto índice de mortes e feridos nas estradas, a necessidade de aumentar a segurança no trânsito e o risco de misturar álcool com direção. Também foram distribuídos materiais educativos e fitas amarelas, símbolo do movimento.
 
Na próxima segunda-feira (21.05), será a vez de outra cidade da Baixada Fluminense receber a ação. Os agentes estarão em Duque de Caxias, na Avenida Brigadeiro Lima e Silva (em frente ao Carrefour). Maricá, São Gonçalo, Macaé e Miguel Pereira serão as outras cidades a receberem a Operação Maio Amarelo na próxima semana.
 
Durante todo mês de maio serão realizadas 18 blitzes em diferentes bairros do Rio de Janeiro e cidades do Estado. O objetivo das blitzes educativas é marcar as atividades do Maio Amarelo, período em que ações de alerta sobre mortes no trânsito são realizadas no mundo todo.
 
Apoio e engajamento
 
As pessoas abordadas nas ações apoiam a blitz educativa e muitas têm histórias importantes para contar. Foi o caso do aposentado Elizeu Correa da Silveira, de 49 anos: "Eu fui vítima de um acidente em 2011, que mudou minha vida e minha forma de agir no trânsito. Parei de beber e comecei seguir as leis. Eu, mais do que ninguém, sei o quanto é importante essa blitz aqui hoje", garante.
 
Para a dona de casa Luana Costa da Silva, de 23 anos, é importante que todos sigam as normas de trânsito: "São leis e as pessoas não têm essa conscientização. São pequenas coisas que podemos fazer para preservar vidas, e às vezes não fazemos por achar que nunca seremos vítimas. É algo que nunca é demais ser enfatizado e o Detran está de parabéns por essa abordagem", completou.
 
O motoboy Manoel Natalino, de 49 anos, também apoiou a ação: "Adorei essa blitz educativa. Na minha profissão, é fundamental que todos estejam atentos para as leis e para a educação no trânsito", alerta.
 
Número de acidentes cai, mas de mortes aumenta
 
Nos últimos anos, o número de acidente está em queda no estado do Rio de Janeiro. Em 2016, foram 26.404 acidentes com vítimas. Em 2017, houve uma queda de 22,2%, com 20.535 acidentes, uma média de 1.711 acidentes por mês. O número total de vítimas também caiu de 38.266 para 31.006, 19%. Também houve queda (20,5%) na quantidade de pessoas feridas: 36.364 para 28.885. 
 
No entanto, o número de mortes no local dos acidentes aumentou 11,5%. Este crescimento comprova que os acidentes estão mais violentos e a imprudência dos motoristas maior. Em 2016, 1.902 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito, enquanto em 2017 foram 2.121 mortes, uma média de 177 por mês.
 
Maio Amarelo – Nós somos o trânsito
 
O movimento Maio Amarelo tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, e é realizado há cinco anos em 27 países dos cinco continentes. Diversas ações coordenadas entre o poder público e sociedade civil acontecem em todo o país e colocam em pauta o tema da segurança no trânsito.
 
Este ano o tema da campanha é “Nós somos o trânsito”. A meta é mostrar que o trânsito é muito mais do que veículos, barulho e congestionamento. O trânsito é feito de pessoas. E são essas pessoas que cometem imprudências e que também são as vítimas dos acidentes.